Maioria nos EUA acha que religião pode responder aos problemas atuais

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Intervenção nos jesuítas: quando Bergoglio impediu Bertone

    LER MAIS
  • Antonio Spadaro explica a teologia de Francisco ... e desmonta a religiosidade da extrema direita

    LER MAIS
  • Papa Francisco pede que bispos ensinem os fiéis a discernir nas eleições, na política

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

02 Julho 2014

Os norte-americanos estão cada vez menos religiosos, mas a maioria ainda diz que a religião pode responder a todos ou à maior parte dos problemas de hoje.

A reportagem é de Asma Ghribi, publicada no sítio do jornal The Wall Street Journal, 30-06-2014. A tradução é de Claudia Sbardelotto.

religionchartportuguese

Embora o número tenha caído significativamente em comparação a 1950, 57% dos norte-americanos acreditam que a religião pode resolver os problemas atuais dos Estados Unidos, de acordo com uma pesquisa do Gallup. O número daqueles que pensam que a religião está ultrapassada está crescendo, mas eles ainda são uma minoria. Eles agora representam 30% da população em comparação com apenas 7% dos entrevistados em 1957.

Os resultados dessa pesquisa ecoam os resultados de outra pesquisa Gallup publicada no início deste ano, que rastreou e mediu a religiosidade da população dos EUA e informou que até 41% dos norte-americanos são muito religiosos, enquanto o restante ficou dividido entre ser um pouco religioso e não religioso.

O relatório recente mostrou que, para a maioria dos grupos, a proporção de pessoas que disseram que a religião tem uma resposta para os problemas de hoje é maior do que aqueles que consideram a religião como antiquada. Apenas dois grupos - as pessoas que vivem no leste e jovens com idades entre 18 e 29 anos - tinham um pouco menos do que a maioria, dizendo que a religião pode responder aos problemas de hoje. Somente aqueles que se consideram liberais - 49% - disseram que a religião está ultrapassada, 36% afirmaram que ela pode responder aos problemas de hoje.

Pessoas com mais de 65 anos de idade, conservadores políticos e aqueles que vivem no sul estão entre os grupos mais religiosos ao se considerar fatores como a frequência à igreja e a relevância da religião, e são os mais propensos a sustentar o ponto de vista de que a religião pode dar uma resposta às perguntas de hoje.

Embora o número dos que disseram que a religião está desatualizada tenha aumentado constantemente desde 1957, o Gallup observa que os números parecem estar
se estabilizando. "Parece que esse aspecto da secularização da sociedade dos EUA pode ter diminuído, ou até ser interrompido num futuro previsível", escreveu Frank Newport do Gallup.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Maioria nos EUA acha que religião pode responder aos problemas atuais - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV