Pnuma e FAO lançam guia para evitar desperdício global de alimentos

Revista ihu on-line

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Mais Lidos

  • “O que acumulamos e desperdiçamos é o pão dos pobres”, afirma o papa Francisco em carta à FAO

    LER MAIS
  • Metade dos brasileiros vive com R$ 413 mensais

    LER MAIS
  • O Sínodo nos ajuda a entender que a solução não está no Direito Canônico, mas na profecia

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

28 Maio 2014

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) e a Organização para Agricultura e Alimentação (FAO) lançaram um guia para evitar o desperdício global de comida. O documento vai servir de orientação para que governos estaduais e municipais, empresas e sociedade civil implementem programas eficazes para evitar que os alimentos acabem no lixo.

A reportagem é publicada por EcoD, 27-05-2014.

Segundo a ONU, 840 milhões de pessoas passam fome diariamente no mundo inteiro. Alcançar a segurança alimentar vai muito além de simplesmente aumentar a produção de comida. Para atingir esse objetivo, o Pnuma e a FAO afirmam que são necessários melhores sistemas de alimentos e um consumo e uma produção sustentáveis.

O diretor-executivo do Pnuma, Achim Steiner, afirmou que o desperdício tem um impacto econômico e ambiental direto que acaba com a base de recursos naturais do país.

As perdas e o desperdício de alimentos chegam a US$ 680 bilhões nos países desenvolvidos e US$ 310 bilhões nas nações em desenvolvimento

O guia chamado Think.Eat.Save versão 1.0 dá aos participantes a oportunidade de mapear e medir o desperdício de alimentos, como também desenvolver políticas e medidas nacionais e regionais.

Lixo

Outra opção são os programas que evitam o desperdício em residências e na cadeia de produção alimentar. Pesquisas anteriores mostraram que 1,3 bilhão de toneladas de comida produzida são desperdiçadas ou perdidas todos os anos.

Os especialistas dizem que apenas 25% desses alimentos que vão parar no lixo seriam suficientes para matar a fome de todas as pessoas que não têm o que comer no planeta.

A FAO diz que o desperdício chega a quase metade de todas as frutas e vegetais produzidos anualmente. Cerca de 10% das emissões de gases que causam o efeito estufa nos países em desenvolvimento vem de colheitas que nunca serão consumidas.

Além disso, as perdas e o desperdício de alimentos chegam a US$ 680 bilhões nos países desenvolvidos e US$ 310 bilhões nas nações em desenvolvimento, o que equivale a R$ 1,6 trilhão e R$ 744 bilhões respectivamente.

Conheça aqui o guia na íntegra em inglês (em PDF).

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Pnuma e FAO lançam guia para evitar desperdício global de alimentos - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV