Papa Francisco, Bachelet, Maduro, Mujica e Cuarón entre os mais influentes da Time

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • "Nunca, nunca encobrir a realidade. Dizer sempre: 'É assim'”. Papa Francisco recebe a redação da revista jesuíta Aggiornamenti Sociali

    LER MAIS
  • O aumento da pobreza na América Latina submergente

    LER MAIS
  • Um estranho casamento: neoliberalismo e nacionalismo de direita

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

26 Abril 2014

O papa Francisco, os presidentes Michelle Bachelet, do Chile, Nicolás Maduro, da Venezuela e José Mujica, do Uruguai, além do cineasta mexicano Alfonso Cuarón são os latino-americanos entre as cem pessoas "mais influentes do mundo" para a revista Time.

A reportagem foi publicada por Opera Mundi, 25-04-2014.

A lista, publicada nesta quinta-feira (24/04), inclui uma resenha de cada um dos cem, feita por uma personalidade de destaque. A do primeiro papa latino-americano foi escrita pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que também está entre os escolhidos pela publicação.

Obama qualificou o pontífice católico como "um líder moral de discurso e de fato", elogiou. "O papa Francisco nos lembra que, qualquer seja nossa posição na vida, temos obrigações morais uns para os outros", indicou o presidente norte-americano.

O editor da Time, Nikhil Kumar, escreveu que, um ano depois de ter assumido a presidência da Venezuela, Maduro "não tem o mesmo controle firme do poder que tinha (seu antecessor, Hugo) Chávez, e lida com inúmeras adversidades, desde a inflação à escassez de alimentos". O colapso da Venezuela "depende agora de Maduro, e se conseguirá sair da sombra de seu antecessor e chegar a acordos com seus opositores", acrescentou.

A apresentação de Bachelet entre as pessoas mais influentes foi feita por Phumzile Mlambo-Ngcuka, subsecretária geral da ONU Mulheres, que descreveu a presidente chilena como "uma promotora apaixonada dos direitos das mulheres". O estilo do governo de Bachelet "é uma combinação pouco habitual de humanidade e liderança firme. É uma pessoa gentil e acessível, mas também forte e determinada".

Para Meghan McCain, filha do senador republicano John McCain, o mais relevante do presidente do Uruguai, José Mujica, é ser "o revolucionário que legalizou a maconha". Após as referências ao estilo de vida austero do ex-guerrilheiro Mujica, o artigo destacou que "com sua presidência o Uruguai embarcou em um experimento audaz e fascinante que será observado atentamente por outros países que apoiam a legalização".

O cineasta mexicano Alfonso Cuarón está na lista porque, segundo o escritor, diretor e produtor J.J. Abrams, é "um mestre do universo". "Sua tenacidade o permitiu fazer alguns dos trabalhos mais fascinantes e visualmente assombrosos do cinema recente", escreveu Abrams, ao lembrar que Cuarón, diretor do premiado "Gravidade", "além de trazer autenticidade e emoção a universos preexistentes, faz filmes originais criando mundos novos".

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Papa Francisco, Bachelet, Maduro, Mujica e Cuarón entre os mais influentes da Time - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV