O último monge de Tibhirine festeja seus 90 anos

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Nunca se viu no Brasil um governo tão abençoado pelas igrejas

    LER MAIS
  • Cardeal Hollerich “está aberto” ao sacerdócio das mulheres

    LER MAIS
  • "A REPAM é fazer conectar aquilo que é comum de todos". Entrevista com João Gutemberg Sampaio, novo secretário executivo

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: André | 19 Fevereiro 2014

Rodeado por seus amigos cristãos e muçulmanos, o Irmão Jean-Pierre Schumacher celebrou no último sábado, dia 15 de fevereiro, seu 90º aniversário no mosteiro de Midelt (Marrocos).

 
Fonte: http://bit.ly/1nMTXYM  

A reportagem está publicada no jornal francês Le Progrès, 15-02-2014. A tradução é de André Langer.

Ele é o último sobrevivente dos monges de Tibhirine (Argélia). Seus sete colegas religiosos franceses foram raptados e mortos em 1996. No sábado, o Le Progrès conversou, por telefone, com o Irmão Jean-Pierre durante alguns minutos: “Eu recebi desde ontem (sexta-feira), muitos telefonemas, cartas e e-mails para me parabenizar. Eu estou muito emocionado e sensibilizado, em particular, com uma carta do cardeal Barbarin: saber que ele conhece bem a nossa história, meu deu muita alegria”, declarou.

Perguntado sobre a questão de saber o que sentia aos 90 anos, respondeu: “É difícil dizer. Mas estou bem, graças a Deus!”. Nesse meio-dia, os três outros monges do mosteiro lhe fizeram uma surpresa, contada pelo prior Jean-Pierre Flachaire: “Pela primeira vez desde que nos instalamos aqui, há 14 anos, fomos almoçar na cidade, numa pizzaria. Foi o presente de aniversário que quisemos dar a ele e foi um momento muito especial”.

Um dos operários muçulmanos do mosteiro almoçou com eles. Às 17h, para a tradicional cerimônia do chá na sala do mosteiro, um enorme bolo de aniversário foi servido ao Irmão Jean-Pierre, preparado pela cozinheira berbere, com o número ‘90’ escrito sobre o bolo.

Por telefone, o Irmão Jean-Pierre recebeu os “parabéns” de todos aqueles que pensam nele e em sua comunidade, e, em particular, seus amigos de Lyon, onde fez seus estudos nos maristas, nos anos 1950. “Eu estou muito emocionado com todos esses gestos de simpatia, mas gostaria, sobretudo, que não me tomassem como um santo!”

Nascido em 1924 em Buding (Moselle), o irmão Jean-Pierre foi ao mosteiro de Tibhirine em 1964, no dia seguinte à independência argeliana.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O último monge de Tibhirine festeja seus 90 anos - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV