Maradiaga quer uma Honduras “sem violência e solidária com os mais necessitados”

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • “A mulher precisa, e as religiosas sobretudo, sair daquele papel de que ela é inferior”. Entrevista com a Ir. Maria Freire

    LER MAIS
  • Governo Bolsonaro deixa estragar 6,8 milhões de testes de covid-19

    LER MAIS
  • A Economia de Francisco. ‘Urge uma nova narrativa da economia’. A vídeomensagem do Papa Francisco

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: André | 05 Fevereiro 2014

O cardeal hondurenho Óscar Andrés Rodríguez Maradiaga convocou para construir uma nova Honduras, sem violência e solidária com os mais necessitados, na celebração dos 267 anos da descoberta da imagem da Virgem de Suyapa, padroeira do país.

A reportagem está publicada no sítio espanhol Religión Digital, 04-02-2014. A tradução é de André Langer.

“Senhor presidente e membros do gabinete, vocês são hoje uma esperança do povo hondurenho e com a ajuda de Deus podem fazer uma Honduras nova”, disse o cardeal na homilia que fez no Santuário de Suyapa.

Participaram da missa o presidente hondurenho, Juan Orlando Hernández, seus ministros, os presidentes dos Poderes Legislativo e Judiciário, diplomatas e milhares de católicos de diferentes regiões do país e de outros da América Central.

“É imperioso que o governante e os poderes financeiros levantem o olhar e ampliem suas perspectivas, que procurem que haja trabalho digno, educação e atendimento à saúde para todos os cidadãos”, destacou o cardeal hondurenho.

Rodríguez também assinalou que em Honduras falta “o amor fraterno, para que não haja divisão, nem confronto nem ódio, nem violência, porque todos somos filhos do mesmo Pai”.

Além disso, lamentou que “morram e morram vítimas de uma violência que denota que a Palavra de Deus ainda não se faz presente”.

Com uma taxa de 83 homicídios sobre cada 100 mil habitantes, Honduras é considerado um dos países mais violentos do mundo. Diariamente são assassinadas, em média, 20 pessoas, segundo o Observatório da Universidade Nacional Autônoma.

O cardeal pediu aos hondurenhos para que sejam solidários com os mais necessitados, construam uma cultura de paz e façam o bem comum.

“Não nos cansemos de fazer o bem e esse pode ser um lema para vocês, queridos irmãos funcionários, que vão nos governar durante quatro anos, porque só assim vamos ter metas de desenvolvimento mais elevadas”, enfatizou.

Rodríguez também fez um apelo às autoridades para erradicar a fome e a pobreza em Honduras, que afetam 70% dos 8,5 milhões de habitantes do país, segundo organismos locais.

Em Honduras “há alimentos suficientes para alimentar a todos; o que falta é solidariedade e não pensemos que a solidariedade venha de outros”, disse.

Ao finalizar a missa, Hernández felicitou Rodríguez por completar, na segunda-feira, 21 anos como arcebispo de Tegucigalpa e entregou à Igreja católica uma emissora de rádio, que se chamará Suyapa FM.

A missa foi precedida por uma serenata musical que milhares de fiéis e artistas nacionais celebraram no santuário, que começou na noite do domingo e se estendeu até a madrugada desta segunda-feira.

A imagem da Virgem de Suyapa é uma estátua talhada em madeira de cedro que mede seis centímetros de altura e, segundo a história, foi encontrada no dia 03 de fevereiro de 1747 pelo camponês Alejandro Colíndres e pelo menino Lorenzo Martínez.

Francisco enviou uma mensagem emotiva em honra à celebração do dia de Santo Oscar, onomástico do cardeal Óscar Andrés Rodríguez, e pelo 267º aniversário da descoberta da Virgem de Suyapa, Padroeira de Honduras.

A carta de felicitações de sua Santidade o Papa Francisco foi lida pelo bispo auxiliar da Arquidiocese de Tegucigalpa, Juan José Pineda, durante a solene eucaristia na comemoração do Dia da Virgem de Suyapa.

“Querido irmão, desejo fazer-te chegar a minha mais cordial felicitação por ocasião da tua festa onomástica, de Santo Oscar. Ao mesmo tempo peço em minha oração que encontres apoio e consolo na graça do Espírito Santo, para que no teu serviço eclesial muito unido a Jesus, busques sempre o que Ele busca e ames o que Ele sempre ama. Deus te Abençoe e que a Virgem Santa Nossa Senhora de Suyapa te cuide constantemente com amor de mãe”, diz a mensagem enviada do Vaticano.

O Papa Francisco reiterou sua amizade com o cardeal Óscar Andrés Rodríguez, a quem pediu para que continue rezando por seu trabalho à frente do Vaticano. “Por favor, não te esqueças de rezar e peça também a oração dos outros por mim, pois preciso muito. Fraternalmente, Francisco”, leu Pineda.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Maradiaga quer uma Honduras “sem violência e solidária com os mais necessitados” - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV