Paraguai. A família Cartes compra meios de comunicação

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • O estado de exceção provocado por uma emergência imotivada. Artigo de Giorgio Agamben

    LER MAIS
  • Nada se compara ao parasita brasileiro. Artigo de Ladislau Dowbor

    LER MAIS
  • Igreja pode interpelar Bolsonaro por vídeo sobre manifestação, diz secretário-geral da CNBB

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

Por: André | 20 Agosto 2015

Sarah Cartes, irmã do presidente do Paraguai, Horacio Cartes, confirmou na terça-feira a compra de outros três meios de comunicação. Segundo informação oficial, o Grupo Nación de Comunicaciones adquiriu o Grupo Editorial Multimedia, integrado pelo Diario Popular, pelo jornal digital Hoy e pela rádio pela internet Laser Stream, que pertencia ao ex-presidente paraguaio Juan Carlos Wasmosy. Deste modo, são sete as empresas do ramo jornalístico que são propriedade da irmã do presidente.

A reportagem é publicada por Página/12, 19-08-2015. A tradução é de André Langer.

Meses atrás, a empresária do setor da comunicação comprou, em abril, os jornais La Nación, o jornal sensacionalista Crónica e as rádios FM Montecarlo e AM 970, pertencentes a outro grupo empresarial, o de Osvaldo Domínguez, conhecido homem de negócios vinculado à indústria fumageira, ex-presidente do Olimpia e ex-político do Partido Colorado.

“Trata-se de uma iniciativa que coloca em marcha um processo de crescimento que lhe permitirá assumir uma posição de maior competitividade no mercado”, assinalou em seu sítio na internet o portal Hoy. O analista paraguaio Carlos Mateo Balmelli comentou que a ampliação iniciada pelo grupo da família do presidente “não configura algo positivo”, porque, dessa forma, “robustece-se uma estrutura de poder político, econômico e midiático”.

O sítio digital que anunciou a notícia informou que o atual diretor do Grupo Multimedia, Edgardo Wasmosy, filho do ex-presidente, continuará à frente dos meios de comunicação, a cujo diretório se incorporam dois representantes do Grupo Nación.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Paraguai. A família Cartes compra meios de comunicação - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV