O C9 vaticano propõe reunificar os 12 Pontifícios Conselhos em duas Congregações

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • “Francisco quase desculpa a vida dupla, mas ainda não aceita padres casados”

    LER MAIS
  • Carta a um jovem padre. Artigo de Domenico Marrone

    LER MAIS
  • A espiritualidade cristã no mundo secular

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: André | 12 Fevereiro 2015

O C9 vaticano, o grupo dos nove cardeais que aconselha o Papa na reforma da cúria e no governo da Igreja, já perfilou as duas grandes linhas que definirão a simplificação da cúria romana e aposta em reunificar os doze Pontifícios Conselhos atualmente existentes em apenas dois órgãos: “Leigos-Família-Vida” e “Caridade-Justiça”, como adiantou Religión Digital.

 
Fonte: http://bit.ly/1uFTUHo  

A reportagem está publicada no sítio espanhol Religión Digital, 11-02-2015. A tradução é de André Langer.

Foi o que explicou o porta-voz da Santa Sé, o padre Federico Lombardi, que informou sobre o desenvolvimento das reuniões do conselho, reunido entre os dias 09 e 11 de fevereiro. As observações do C9 serão apresentadas nesta quinta-feira e sexta-feira no consistório de cardeais convocado pelo Papa Francisco, previamente ao consistório que, no sábado, criará 20 novos cardeais.

Deste modo, a estes dois novos órgãos se integrariam os atuais 12 Pontifícios Conselhos: Leigos, Unidade dos Cristãos, Família, Justiça e Paz, Cor Unum, Pastoral dos Migrantes e Itinerantes, Pastoral da Saúde, Textos Legislativos, Diálogo Inter-religioso, Cultura, Comunicações Sociais e Nova Evangelização.

“Já existem as duas grandes linhas da estrutura dos dicastérios, mas para que os juristas comecem a formalizar o texto falta muito”, precisou Lombardi, que esclareceu que não existe um documento rascunho sobre a nova constituição da Santa Sé, porque não se trata “de um documento genérico”, mas de um texto que terá “valor jurídico”.

Neste sentido, Lombardi explicou que o bispo de Albano (Itália), Marcello Semeraro, secretário do Conselho de Cardeais, “recolheu pacotes de material que lhe foram apresentando” e que em base a essa documentação se começou a trabalhar.

Sobre o consistório que começa nesta quinta-feira (hoje) e do qual participam cerca de 150 cardeais, Lombardi precisou que começará com uma breve introdução do Papa, seguida de outra introdução do decano do colégio cardinalício, cardeal Angelo Sodano, que serão públicas.

Posteriormente, a portas fechadas, o coordenador do grupo de nove cardeais que ajuda o Papa na reforma da cúria romana, o hondurenho Oscar Rodríguez Maradiaga, abrirá o consistório com uma introdução sobre o processo de reforma da cúria romana. Em seguida, virá a intervenção do bispo de Albano (Itália), Marcello Semeraro, secretário do Conselho de Cardeais.

O porta-voz do Vaticano também explicou que há a previsão de que os cardeais presentes no consistório intervenham nas sessões porque essa é a verdadeira “finalidade do consistório”.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O C9 vaticano propõe reunificar os 12 Pontifícios Conselhos em duas Congregações - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV