O prato do dia trará benefícios no amanhã?

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • Metaverso? Uma solução em busca de um problema. Entrevista com Luciano Floridi

    LER MAIS
  • Comunidades Eclesiais de Base, sim. Artigo de Pedro Ribeiro de Oliveira

    LER MAIS
  • A implementação do Concílio no governo do Papa Bergoglio. Artigo de Daniele Menozzi

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: Thais Ramirez e Marilene Maia | 13 Novembro 2017

O Laboratório do curso de Gastronomia da Unisinos foi responsável por sediar mais uma oficina da Ecofeira “Ervas e plantas alimentícias não convencionais na gastronomia”. Esta foi a última oficina do ano e teve o propósito de debater e estudar na prática a importância das plantas medicinais, assim como o uso das Plantas Alimentícias Não-Convencionais - PANCS. A oficina foi realizada pela bióloga Denise Schnorr e ministrada pela estudante de gastronomia Marcia Ávila.

Vegetariana há dez anos e chef executiva do restaurante vegetariano Prato Verde, em Porto Alegre, a ex-professora de yoga buscou na gastronomia a necessidade de se reinventar profissionalmente. Hoje, Marcia conta que se sente muito feliz em aprofundar os conhecimentos na área e de alguma forma contribuir para uma gastronomia mais sustentável.

Acrescentou afirmando que as oficinas promovidas na Ecofeira e ministradas por Denise contribuíram para sua formação, para o trabalho e para a vida. “Através dessa atividade, viu-se que com técnicas culinárias, ensinamentos, aprendizados e trocas de experiências é possível alimentar-se de uma forma saudável e saborosa, fazendo uso das plantas medicinais, utilizando alimentos frescos, orgânicos e sazonais.” 

Ela conta que a vivência na cozinha proporcionou a experiência de sentir que, muito além de uma refeição, a alimentação é envolvida por sensações e emoções que tornam o momento único e especial. “É uma profunda entrega, no ato de dar e receber, acolher afetuosamente, entreter e despedir-se, transformando o ato de se alimentar num momento em que o grupo se une e compartilha a experiência gastronômica.”



Receita risoto de ora-pro-nóbis e tomate cereja pronta (Foto: Thais Ramirez)

Com os olhos atentos e a interação do público presente, a oficineira preparou um risoto de ora-pro-nóbis e tomate cereja.  Elaborado com ingredientes orgânicos, colhidos na horta da Unisinos, no centro E02, e com um mix de temperos feitos por ela e distribuídos para os participantes, o risoto foi servido com folhas verdes acompanhadas dos elogios dos espectadores.

Curioso para provar o risoto? Confira a receita e o passo a passo no vídeo no canal do YouTube do Instituto Humanitas Unisinos - IHU.


Risoto de ora-pro-nóbis e tomate cereja                

Ingredientes:

  • 100 g de alho-poró ou cebola (uma unidade);
  • 30 ml de azeite de oliva;
  • 30 ml de vinho branco;
  • 200 g de arroz arbóreo;  
  • 1,5 litro de caldo de legumes (elaborado com cebola, cenoura, aipo, legumes, vegetais e ervas frescas);
  • 200 g de folhas de ora-pro-nóbis;
  • 150 g de tomatinhos;
  •  50 g de manteiga;
  •  50 g queijo parmesão.

Modo de Preparo:

  • Cortar o alho poró em pequenos cubos, as folhas de ora-pro-nóbis em tiras de 2 cm, partir os tomatinhos ao meio e aquecer o caldo de legumes;
  • Aquecer metade da manteiga e dourar o alho poró. Adicionar o arroz e fritar por 2 min, ou até perceber o miolo do grão branco, misturar o vinho branco e deixar evaporar;
  • Adicionar o caldo de legumes aos poucos, mexendo sempre. Próximo da finalização, aproximadamente 15 min, agregar as folhas e os tomates, envolvendo bem os elementos. Finalizar com o restante da manteiga e o parmesão. O risoto deve estar al dente e cremoso.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O prato do dia trará benefícios no amanhã? - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV