Redução de postos de emprego continua, mas intensidade diminui no Vale do Sinos em agosto de 2016

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Como viver o Advento em tempos de quarentena

    LER MAIS
  • Uma nova economia é possível!

    LER MAIS
  • Caixa do Carrefour: “Eu ficava das onze da manhã às três da tarde sentada e evitava tomar água, pra não ter que ir ao banheiro, porque não tinha quem ficasse no meu lugar”

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: Marilene Maia e Matheus Nienow | 28 Setembro 2016

A redução de postos de emprego formais na região do Vale do Sinos manteve-se em agosto de 2016, mas a intensidade da redução tem caído nos últimos meses. No acumulado de 2016, a redução na região chega a 1.071 postos, enquanto nos últimos 12 meses a redução é de 11.930 postos, aproximadamente 11 vezes maior.

O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos – IHU, acessou os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – CAGED do Ministério do Emprego para acessar a movimentação no mercado formal de trabalho no Vale do Sinos em agosto de 2016.

A tabela 01 apresenta a movimentação no mercado formal de trabalho em agosto de 2016 nos territórios do Vale do Sinos. Destaca-se a estabilidade, com redução de apenas 137 postos de emprego formais em agosto na região. Ainda assim, a redução nos últimos 12 meses já chega a 11.930 postos.

O município de Estância Velha contribuiu para que o saldo em agosto de 2016 não fosse tão negativo, uma vez que houve aumento no município de 211 postos de emprego formais.

Em comparação a agosto de 2015, em 2016 a redução de postos de emprego foi bem menor na região e na maioria dos municípios. Em Nova Santa Rita, houve aumento de 14 postos em agosto de 2015 e 90 em agosto de 2016. O município também registra saldo positivo no acumulado do ano, com criação de 180 postos e também nos últimos 12 meses com aumento em 138 postos formais.

Apenas Nova Santa Rita apresenta aumento de postos nos últimos 12 meses. Em São Leopoldo, a redução já chega a 2.295 postos, tendo o município saldos negativos também no acumulado de 2016 e nos meses de agosto de 2015 e de 2016.

A tabela 02 apresenta a movimentação no mercado formal de trabalho em agosto de 2016 no Vale do Sinos por setores econômicos. Em agosto, o setor com a maior redução de postos foi o do comércio, com -246.

Nos últimos 12 meses, o comércio já registra redução de 1.726 postos, bem menor que a redução na indústria de transformação, que já alcança os 6.490 postos nos últimos 12 meses.

O setor de serviços apresenta redução de 2.190 postos nos últimos 12 meses e também registra acumulado positivo em 2016, com criação de 130 postos formais.

A construção civil mantém o ritmo de redução de postos de emprego, com nova redução em agosto de 2016, -121 postos. No acumulado do ano, já se registra queda de 833 postos.

O mercado formal de trabalho pontua para redução de postos de emprego, apesar da intensidade de tal redução ter diminuído no decorrer dos últimos 12 meses. A taxa de desemprego da Região Metropolitana de Porto Alegre – RMPA também têm aumentado ao longo dos últimos meses, ainda que em menor intensidade. Em julho de 2016, a taxa estabilizou-se em 10,4%, segundo Pesquisa de Emprego e Desemprego – PED.

Para ler mais:

Desemprego, em julho, continua estagnado em 10% na Região Metropolitana de Porto Alegre - RMPA

Desemprego sobe para 11,6% e Brasil soma quase 12 milhões de pessoas desocupadas

"Associo terceirização ao processo de uberização do trabalho"

Trabalho análogo à escravidão, desmatamento insustentável e caça a animais em extinção: o caos na Caatinga do Piauí

Arco do Desmatamento tem candidatos e eleitos na lista suja do trabalho escravo

Temer enviará ao Congresso proposta de criação de contrato de trabalho por hora

Governo quer aumentar limite de jornada de trabalho diária para 12 horas

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Redução de postos de emprego continua, mas intensidade diminui no Vale do Sinos em agosto de 2016 - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV